Especialista da USP aponta soluções para atravessar crises do setor durante 3º FIS

Em tempos de incertezas na macroeconomia brasileira, o planejamento estratégico configura-se como um mecanismo para sobreviver às crises cíclicas da suinocultura e à série de mudanças desencadeadas em todos os elos da produção de proteína animal. “Além da agenda de políticas e ações públicas, é fundamental a presença de um setor privado ativo e inovador”, assegura o Dr. Marcos Fava Neves. O professor de Planejamento e Estratégia na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP ministra palestra sobre o tema durante o 3º FIS - Fórum Integrall de Suinocultura, realizado dias 9 e 10 de abril, no Hotel Four Points by Sheraton, em Curitiba.

Em tempos de incertezas na macroeconomia brasileira, o planejamento estratégico configura-se como um mecanismo para sobreviver às crises cíclicas da suinocultura e à série de mudanças desencadeadas em todos os elos da produção de proteína animal. “Além da agenda de políticas e ações públicas, é fundamental a presença de um setor privado ativo e inovador”, assegura o Dr. Marcos Fava Neves. O professor de Planejamento e Estratégia na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP ministra palestra sobre o tema durante o 3º FIS - Fórum Integrall de Suinocultura, realizado dias 9 e 10 de abril, no Hotel Four Points by Sheraton, em Curitiba.

De acordo o professor, o planejamento precisa ser trabalhado via Governo e cadeias produtivas integradas para aumentar a competitividade do agronegócio.

“No âmbito empresarial é necessário que as empresas atuem no modelo que chamo de CCCV (criação, captura e compartilhamento de valor), visando o tripé de ações estratégicas em diferenciação, custos e ações coletivas”, afirma Neves. Em diferenciação, destaca o fortalecimento da pesquisa, planos de fidelização e busca de certificações de excelência. Sobre os custos, as estratégias passam por melhorar o uso de todos os ativos e recursos de organização, produção em escala, contínuo redesenho das operações, estímulo de competição entre fornecedores, contratos estáveis buscando reduzir gastos de transação e gestão “celular” dos custos de produção. Um dos maiores desafios para a suinocultura é atuar coletivamente, conforme Neves, com ações horizontais (empresas da mesma indústria) e verticais (da mesma cadeia produtiva).

Durante os dois dias de FIS, a gestão como ferramenta de sucesso será discutida por palestrantes de diferentes áreas para trazer um olhar múltiplo do mercado de insumos, recursos humanos, gestão financeira e planejamento estratégico, sanidade, manejo e comercialização da produção.

“A expectativa é que o FIS seja um fórum onde as pessoas possam transformar positivamente suas capacidades de pensamento, de reflexão e principalmente de ação para enfrentar os desafios”, afirma Neves.

As inscrições podem ser feitas no site. Até o dia 27 de março, o valor é de R$ 525 para profissionais e R$ 370 para estudantes. A partir do dia 28 de março os valores passam para R$ 675 e R$ 450, respectivamente.

3º Fórum Integrall de Suinocultura (FIS)

A gestão como ferramenta de sucesso na suinocultura moderna
Quando: 09 e 10 de Abril de 2015
Onde: Hotel Four Points by Sheraton
Curitiba-PR

Agrolink com informações de assessoria
http://agrolink.com.br/saudeanimal/noticia/especialista-da-usp-aponta-solucoes-para-atravessar-crises-do-setor-durante-3--fis_212799.html

Voltar