Agronegócio exportou menos ao Oriente Médio, aponta ANBA

As exportações brasileiras do agronegócio ao Oriente Médio caíram em março deste ano sobre o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados do período divulgados nesta quarta-feira (15.04) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), as vendas para a região somaram US$ 517,7 milhões, valor 4,3% inferior ao total exportado em igual mês de 2014.

As exportações brasileiras do agronegócio ao Oriente Médio caíram em março deste ano sobre o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados do período divulgados nesta quarta-feira (15.04) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), as vendas para a região somaram US$ 517,7 milhões, valor 4,3% inferior ao total exportado em igual mês de 2014.

Entre os 20 principais compradores de produtos do agronegócio, há duas nações árabes. A Arábia Saudita é o primeiro na lista dos árabes e o 12º principal importador no ranking geral. Em março, as remessas ao país do Golfo atingiram US$ 134,1 milhões, ou 30,7% a mais do que no mesmo mês do ano passado. O Egito, que ocupa a 20ª posição na lista geral e a segunda no mundo árabe, importou US$ 102,6 milhões, ou 5,1% mais do que há um ano, aponta a Agência de Notícias Brasil-Árabe (ANBA). China, Estados Unidos, Países Baixos, Itália e Hong Kong ocupam os cinco primeiros lugares neste ranking.

De uma forma geral, contudo, as exportações brasileiras de produtos agrícolas e pecuários caíram em março. Segundo os dados do Mapa, as exportações do setor somaram US$ 7,88 bilhões, ou 1,1% menos do que no mesmo período de 2014. Segundo o Mapa, a queda generalizada nos preços dos principais produtos tem afetado o desempenho do setor.

Em março, o segmento também importou menos: US$ 1,41 bilhão, ou 0,5% abaixo do que foi comprado de outros países há um ano. O saldo comercial no período foi positivo de US$ 6,47 bilhões. Em março do ano passado, o superávit ficou em US$ 6,55 bilhões.

Complexo soja, carnes, produtos florestais, complexo sucroalcooleiro e café foram os cinco principais setores exportadores do agronegócio no mês passado. Só as vendas do complexo soja, o principal exportador, somaram US$ 2,81 bilhões, o equivalente a 35,6% de tudo o que o setor exportou em março.

A Ásia continua a ser o principal destino das exportações do setor, seguida por União Europeia, Nafta (que reúne Estados Unidos, Canadá e México), África e Oriente Médio.

ANBA - Agência de Notícias Brasil - Árabe
http://agrolink.com.br/saudeanimal/noticia/agronegocio-exportou-menos-ao-oriente-medio--aponta-anba_217848.html

Voltar