Começa vacinação contra febre aftosa no RS

Secretário da Agricultura, Ernani Polo participou da abertura da imunização do rebanho gaúcho, em Três de Maio

Secretário da Agricultura, Ernani Polo participou da abertura da imunização do rebanho gaúcho, em Três de Maio

No município de Três de Maio, na última sexta-feira, 1º, o governador José Ivo Sartori e o secretário da Agricultura e Pecuária, Ernani Polo, deram início à campanha de vacinação contra a febre aftosa, que segue até o próximo dia 31 em todo o Rio Grande do Sul. Os produtores com até 30 cabeças de gado recebem gratuitamente as doses a serem aplicadas nos animais. O orçamento previsto para aquisição do medicamento, de R$ 8 milhões, está sendo mantido pelo governo.

"É o Estado cumprindo seu papel de garantir a sanidade do rebanho gaúcho, uma vez que cerca de 80% dos pecuaristas estão sendo atendidos pela campanha", afirmou o chefe do Executivo. O ato ocorreu na propriedade de Neri Schroer, na localidade de Lajeado Cachoeirinha, próxima à BR-472, na Região Noroeste.

Atualmente o Rio Grande do Sul é considerado "zona livre de aftosa com vacinação" - desde 2002 não há circulação viral, e último foco foi em Joia. O RS é o único estado brasileiro a doar vacinas contra a doença, beneficiando os pecuaristas familiares enquadrados no Pronaf e no PecFam – o que representa 78% dos produtores. Cerca de 14 milhões de animais deverão receber a imunização. "Com o cumprimento dos recursos orçamentários, sem cortes, vamos atender à ampla maioria dos proprietários de bovinos do RS", ressaltou Ernani Polo.

Gazeta do Sul

Voltar