Setor lácteo gaúcho recebe financiamento de R$ 89 milhões do BRDE

O presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat/RS), Alexandre Guerra, participou nesta segunda-feira (29.06) da assinatura de convênios no valor de R$ 89,3 milhões, junto ao BRDE. A solenidade contou com as presenças do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente do BRDE, Odacir Klein.

O presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat/RS), Alexandre Guerra, participou nesta segunda-feira (29.06) da assinatura de convênios no valor de R$ 89,3 milhões, junto ao BRDE. A solenidade contou com as presenças do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente do BRDE, Odacir Klein.

Os convênios irão beneficiar projetos de três cooperativas ligadas ao sindicato: Cooperativa Santa Clara, Languiru e Cooperativa Central Gaúcha (CCGL). “Juntas, essas três cooperativas representam mais de 20% do leite produzido anualmente no RS e mais de 100 anos de história e trabalho”, destacou o dirigente. Hoje, o Rio Grande do Sul é responsável pela produção de 4,8 bilhões de litros de leite por ano.

De acordo com Guerra, é importante destacar o trabalho realizado pelas três empresas a fim de obter a linha de crédito, que permitirá a ampliação do setor. “É preciso pensar no crescimento contínuo da indústria de lácteos. Temos o controle de nossos produtos, metas definidas e tradição. São mais de cem mil famílias envolvidas com esses convênios”, destacou. Lembrou ainda que 13 milhões de litros de leite passam pelo Sindilat/RS. “Podemos dizer, com certeza, que o RS produz o melhor leite do Brasil”, afirmou.

O governador também foi enfático: “O leite gaúcho é um dos melhores do país e o RS é o segundo Estado no ranking nacional de produção de leite”.

Agrolink com informações de assessoria
http://agrolink.com.br/saudeanimal/noticia/setor-lacteo-gaucho-recebe-financiamento-de-r--89-milhoes-do-brde_220488.html

Voltar