MT: estudo mostra que pecuária ocupa 40% das terras

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Mapa da Cobertura e Uso da Terra do Estado de Mato Grosso para o ano de 2013. A atividade extrativista predomina no noroeste e no norte do Estado, onde existe maior concentração de florestas. O grande número de unidades de conservação – de proteção integral e uso sustentável – e a concentração de terras indígenas contribuem para a preservação dessas áreas de coberturas nativas.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Mapa da Cobertura e Uso da Terra do Estado de Mato Grosso para o ano de 2013. A atividade extrativista predomina no noroeste e no norte do Estado, onde existe maior concentração de florestas. O grande número de unidades de conservação – de proteção integral e uso sustentável – e a concentração de terras indígenas contribuem para a preservação dessas áreas de coberturas nativas.

O mapeamento mostra que a atividade pecuária predomina em pelo menos 40% de Mato Grosso, com animais de grande porte e rebanho de corte. A atividade predomina no sul do estado, no nordeste, na região do Rio Araguaia e no norte, entre Alta Floresta e Nova Bandeirantes.

A área para a produção de grãos e fibras apresenta maior concentração na região centro-norte do Estado, especialmente nos municípios de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde, e no centro-sul, sobretudo nos municípios de Campo Verde e Primavera do Leste. A atividade associa-se à pecuária de animais de grande porte, dispersa por todas as regiões do Estado.

O Mapa da Cobertura e Uso da Terra de Mato Grosso é resultado da interpretação de imagens de satélite que são comparadas à análise de informações obtidas em trabalhos de campo, análises de tipologia agrícola e de documentação acessória disponível, como estatísticas e textos.

DM.com.br
Autor: Daiana Petrof
http://www.dm.com.br/cidades/2015/07/estudo-mostra-que-pecuaria-ocupa-40-das-terras.html

Voltar