Japão deve reabrir mercado para carnes durante visita de Dilma

A presidente Dilma Rousseff quer aproveitar a viagem à Ásia, na próxima semana, para anunciar a reabertura do mercado japonês à carne processada brasileira

Dilma também pretende convencer investidores do Japão a participarem do programa de concessões de infraestrutura e firmar cinco acordos de cooperação técnica com o governo do Vietnã.

Fluxo - Primeiro destino da presidente, o Vietnã viu o fluxo de comércio com o Brasil explodir na última década, passando de US$ 47 milhões em 2003 para US$ 3,2 bilhões atualmente. Dilma chegará ao país na terça­feira, dia 1º, procedente de Paris, onde participará da 21ª Conferência do Clima (CoP­21).

Reunião - No dia 2, Dilma e uma comitiva de empresários brasileiros vai se reunir com as principais autoridades do Vietnã. Estão sendo costurados acordos de cooperação nas áreas de educação, transportes marítimos, agricultura, turismo e defesa.

Principal compromisso - O principal compromisso da viagem à Ásia é a visita de Estado ao Japão, nos dias 3 e 4 de dezembro. Em Tóquio, Dilma se encontrará com o primeiro­ministro, Shinzo Abe, com empresários e representantes das comunidades brasileiras. Na agenda da visita está o anúncio da reabertura do mercado japonês para as carnes processadas brasileiras. A exportação foi paralisada em 2012, diante das ocorrências de "vaca louca" no país.

Investidores - Dilma manifestou ainda o desejo de se reunir com investidores japoneses. Estão previstas reuniões com representantes da Mitsubishi, Toyota e Mitsui. "A presidente vai se referir a investimentos em setores­chave, como infraestrutura, tecnologia da informação e médico­farmacêutico. O Japão já demonstrou interesse em projetos de infraestrutura, sobretudo nos setores ferroviário e portuário nas regiões Centro­Oeste e Norte", disse Graça Lima.

Data de Publicação: 02/12/2015 às 18:40hs
Fonte: Informe OCB
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/comercio-japao-deve-reabrir-mercado-para-carnes-durante-visita-de-dilma-138018

Voltar