Abate de bovinos em MT atinge menor índice desde agosto de 2015

Os números foram divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no último boletim, destacou que “essa é a menor quantidade de animais enviados às linhas de matanças desde agosto de 2015”.

Os números foram divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no último boletim, destacou que “essa é a menor quantidade de animais enviados às linhas de matanças desde agosto de 2015”.

Segundo a entidade, “embora as duas categorias (macho e fêmeas) tenham apontado diminuição, os machos com mais de 36 meses foram os maiores responsáveis pela redução no abate, das 8,9 mil cabeças abatidas a menos em março/16, 12,3 mil estavam nessa faixa etária”.

Conforme o Imea, apesar disso, “a participação de machos no abate atingiu 55,2% em março/16, maior valor para um mês de março desde 2010, reiterando assim a questão que tem permeado a oferta de animais, a retenção de fêmeas. Dito isso, deve-se apontar para o fato de que março/16 também foi um m6es de uma forte queda de braço entre pecuaristas e frigoríficos por causa de preços, contribuindo para redução no abate”.

Data de Publicação: 15/04/2016 às 09:30hs
Fonte: Agronotícias
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/abate-de-bovinos-em-mt-atinge-menor-indice-desde-agosto-de-2015-142989

Voltar