Estudo aponta 50% mais nutrientes benéficos para carne e leite orgânicos

Tanto a carne quanto o leite orgânicos contêm cerca de 50% mais ácidos graxos ômega-3 do que os mesmos produtos produzidos de forma convencional

Este é o resultado do maior estudo desse tipo já feito, segundo notícia publicada no portal Diário da Saúde e republicada no site da empresa IBD Certificações no mês passado.

O estudo envolveu uma equipe internacional de especialistas que analisou dados de todo o mundo, revendo 196 estudos científicos sobre o leite orgânico e 67 artigos sobre a carne orgânica.

O balanço total dos estudos demonstra diferenças claras entre o leite e a carne orgânicos e convencionais, especialmente em termos da composição de ácidos graxos, além das concentrações de certos minerais essenciais e antioxidantes.

A equipe, liderada pelo professor Carlo Leifert, da Universidade de Newcastle (Reino Unido), publicou suas conclusões no British Journal of Nutrition.

Diferenças entre orgânicos e convencionais

As principais conclusões (envolvendo carne) da meta-análise dos estudos científicos feitos até agora sobre o tema são:

1) Tanto o leite orgânico quanto a carne orgânica contêm cerca de 50% mais ácidos graxos ômega-3 do que os produtos produzidos convencionalmente;
2) A carne orgânica apresenta concentrações ligeiramente mais baixas de duas gorduras saturadas (ácidos mirístico e palmítico) que estão associadas a um aumento do risco de doença cardiovascular.

“Os [ácidos graxos] ômega-3 estão ligados a reduções nas doenças cardiovasculares, melhoria do desenvolvimento e funcionamento neurológico e melhor função imunológica. Nosso estudo sugere que a mudança para os orgânicos seria uma forma de melhorar a ingestão desses nutrientes importantes”, concluiu a equipe.

Data de Publicação: 25/04/2016 às 15:00hs
Fonte: CarneTec Brasil
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/estudo-aponta-50-mais-nutrientes-beneficos-para-carne-e-leite-organicos-143321

Voltar