Suplementação alimentar garante alta produtividade em sistemas de confinamento e semiconfinamento

A nutrição equilibrada é a protagonista que irá determinar o bom desempenho do gado em sistemas de confinamento ou semiconfinamento. O fornecimento de energia, proteína, minerais e vitaminas - por meio de concentrados - influencia diretamente no desempenho de bovinos de corte, já que a grande parte do músculo de seu corpo é composto por água e proteína, além de potássio, responsável pelo metabolismo; magnésio, ligado ao crescimento e reprodução; e o cálcio, que envolve a formação dos dentes, da parte muscular e nervosa, entre outros.



A nutrição equilibrada é a protagonista que irá determinar o bom desempenho do gado em sistemas de confinamento ou semiconfinamento. O fornecimento de energia, proteína, minerais e vitaminas - por meio de concentrados - influencia diretamente no desempenho de bovinos de corte, já que a grande parte do músculo de seu corpo é composto por água e proteína, além de potássio, responsável pelo metabolismo; magnésio, ligado ao crescimento e reprodução; e o cálcio, que envolve a formação dos dentes, da parte muscular e nervosa, entre outros.

Os pastos, embora sejam ricos em fibras, contêm baixo valor energético. Portanto, a suplementação estratégica é essencial e pode ser realizada em qualquer época do ano. Uma vez manipulada de forma correta e balanceada, tem a capacidade de reverter a perda de peso do animal, fazendo com que volte a engordar, inclusive em períodos secos, que reduzem os níveis de proteínas dos pastos.

Para incrementar a eficiência alimentar dos bovinos, a Guabi - uma das maiores empresas do país no segmento de nutrição e saúde animal - apresenta em maio os novos concentrados proteicos e núcleos, com destaque para: Guabiphos Beef Mix 75 RM + VM e GuabiNúcleo Confinamento OF desenvolvidos para os sistemas de confinamento e semiconfinamento. O objetivo é garantir o alto desempenho do rebanho com qualidade, de forma rentável e com melhores resultados.

Formulado com 75% de proteína bruta, ureia pecuária, macro (dentre eles potássio) e microminerais (destaque para o cromo), vitaminas, monensina sódica e virginiamicina, o concentrado proteico Guabiphos Beef Mix 75 RM + VM é indicado para formulação de rações e dietas. Por apresentar alto teor de proteína, sua mistura com milho resultará numa ração balanceada. A presença de ureia pecuária favorece a síntese de proteína microbiana. Já o cromo orgânico garante alta resposta imune e potencializa a ação da insulina. A monensina sódica age como um modificador da fermentação ruminal, resultando numa melhor conversão alimentar.

A inclusão de Guabiphos Beef Mix 75 RM + VM irá variar de 06 a 15%. Para bovinos semiconfinados, a ingestão média será de 75 g/100 kg de peso vivo (PV), não devendo exceder 450 g/dia. Para bovinos em regime de confinamento, o consumo médio será de 115 g/100 kg PV, não ultrapassar 600 g/dia.

Avaliados pela Unesp de Jaboticabal (SP), em parceria com a Guabi, a linha de núcleos GuabiNúcleo Confinamento RM + VM e GuabiNúcleo Confinamento OF possui a formulação correta de ingredientes para as diversas necessidades de produção, em regimes de confinamento ou semiconfinamento.

O GuabiNúcleo Confinamento RM + VM é formulado com 2% de fósforo, macro (dentre eles o Potássio) e microminerais, monensina sódica e virginiamicina. A ingestão média deve ser de 30 g/100 kg PV para gados semiconfinados e no máximo 180 g/dia. Para bovinos em regime de confinamento é recomendável o consumo médio de 45 g/100 kg PV, não deve ultrapassar 240 g/dia. Já o GuabiNúcleo Confinamento OF é constituído de 2% de fósforo, macro e microelementos e aditivo aromatizante (óleos funcionais), garantindo o desempenho e eficiência alimentar, a partir de sua mistura com ingredientes energéticos e proteicos. Para bovinos semiconfinados, a dieta média será de 25 g/100 kg PV, com o limite de 150 g/dia. Em regime de confinamento, a ingestão média será de 45 g/100 kg PV, com margem de até 220 g/dia.

A inclusão dos núcleos GuabiNúcleo RM + VM e GuabiNúcleo Confinamento OF, assim como o concentrado proteico Guabiphos Beef Mix 75 RM + VM, dependerá dos níveis de garantia da ração a ser formulada, quantidade de ração ofertada aos animais, ganho de peso desejado e as fontes de alimentos concentrados e volumosos disponíveis.
É recomendado um período de adaptação de pelo menos 14 dias, com incremento gradativo da ração formulada. A Guabi possui uma equipe com técnicos especializados para auxiliar na formulação de rações.

Agrolink com informações de assessoria
http://www.agrolink.com.br/saudeanimal/noticia/suplementacao-alimentar-garante-alta-produtividade-em-sistemas-de-confinamento-e-semiconfinamento_350897.html

Voltar