Melhora na relação de troca bezerro versus boi gordo em Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul, o mercado de reposição está frio, com poucos negócios sendo concretizados. A maior oferta, aliada à pouca demanda por animais de reposição no estado, ocasionada pela queda na qualidade dos pastos, têm feito com que haja desvalorizações no mercado.

Em Mato Grosso do Sul, o mercado de reposição está frio, com poucos negócios sendo concretizados. A maior oferta, aliada à pouca demanda por animais de reposição no estado, ocasionada pela queda na qualidade dos pastos, têm feito com que haja desvalorizações no mercado.

Na comparação com a média do mês anterior, considerando todas as categorias de machos anelorados, as cotações caíram 4,9% na última semana.

No acumulado dos últimos doze meses, a queda foi de 3,5%, com destaque para o bezerro (7,5@), categoria que mais desvalorizou no período, 8,3%. No mesmo intervalo, o boi gordo acumulou alta de apenas 0,2%, o que acarretou em melhora no poder de compra do pecuarista.

Hoje em dia, é possível adquirir 1,74 bezerro com a venda de um macho terminado de 16,5@ em Mato Grosso do Sul, melhoria de 9,3% na relação de troca, frente à observada no mesmo período de 2015 (1,59).

Scot Consultoria
https://www.scotconsultoria.com.br/noticias/todas-noticias/43502/melhora-na-relacao-de-troca-bezerro-versus-boi-gordo-em-mato-grosso-do-sul.htm

Voltar