Setor pecuarista registra alta considerável em todo o Amazonas

Estado do Amazonas vem crescendo tanto na atividade pecuária de corte quanto na pecuária de leite, sendo os municípios de Boca do Acre e Guajará os mais exponentes no negócio

Tanto é que ambos já erradicaram a febre aftosa com a vacinação, explica o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (FAEA-AM), Muni Lourenço.

Segundo o presidente da FAEA, a recuperação da BR-319 facilitará o escoamento da carne bovina para a Manaus com mais agilidade. Ele ressalta que além da região Sul do Amazonas, a região metropolitana da capital apresenta nos últimos anos um crescimento neste segmento do setor primário.

Pensando nisso, a Agropecuária Taj Mahal vai promover o leilão Nelore Encontros, no dia 19 de novembro, às 21h, no Hotel Whyndham Garden Manaus. De acordo com o proprietário da agropecuária, Aciole Castelo Branco, durante o leilão serão disponibilizados prenhezes (vacas prenhas) e animais de elite de Grandes Famílias brasileiras e com alto valor genético.

Aproximadamente 150 criadores de todo o País e personalidades da política local participarão do leilão em que serão oferecidos 34 lotes das melhores vacas conhecidas no Brasil. “É um leilão muito importante para o Amazonas. É o maior evento do Agronegócio local [...]. Virá parte do PIB brasileiro para Manaus”, revelou Aciole.

Movimentar o agronegócio no Estado do Amazonas e na capital é o objetivo do leilão Nelore Encontros. “Aqui em Manaus tem a Zona Franca Verde, então trabalhar no sentido para ver se consegue liberar a barreira (sanitária) da febre aftosa para que Manaus possa ser um polo forte de pecuária”, esclareceu o anfitrião do evento.

Aciole explica que desde a época do problema com a doença da “vala louca”, que ocorreu em Autazes, a cidade de Manaus acabou ficando nas barreiras. Para ele, o governo necessita fazer uma ação para que a cidade possa ser liberada, assim como Belém (PA).

De acordo com Muni Lourenço, até 2017 haja a ampliação para todo o território do Amazonas da classificação sanitária de livre de febre aftosa com vacinação. “O que vai proporcionar uma valorização da atividade pecuária e dos subprodutos da cadeia produtiva da pecuária”, explicou.

O dono da Agropecuária Taj Mahal afirma que o agronegócio é o que manteve a economia do País estável em meio às turbulências econômicas. Prova disso é que em 2015, enquanto o PIB total nacional retraiu 3,8% em 2015, o do agronegócio cresceu 1,8%, em relação a 2014 (0,4%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Saiba mais:

Nelore é uma raça bovina que chegou ao Brasil no fim do século XVIII. Proveniente da Índia, a raça passou por vários melhoramentos genéticos, sendo direcionada quase que exclusivamente à produção de carne. Atualmente representa 85% do rebanho do país. No Amazonas, é a segunda vez que acontece um leilão de prenhezes Nelore - vacas prenhas.

Números

15 mil propriedades rurais estão envolvidas no setor pecuário do Amazonas.

1,5 milhões de cabeças de gado compõem nosso rebanho.

100 mil litros de leite são processados no maior laticínio do Amazonas.

Data de Publicação: 10/11/2016 às 09:15hs
Fonte: A crítica
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/setor-pecuarista-registra-alta-consideravel-em-todo-o-amazonas-151923

Voltar