Cavalos de pelagem manchada se destacam em exposições de Crioulos

Eventos como o Mancha Crioula estão ajudando a difundir exemplares que vem obtendo sucesso nas pistas.

Mais uma vez os cavalos tobianos, oveiros e bragados serão destacados na pista do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Pelo segundo ano consecutivo, a Exposição Nacional, que integra a programação do Mancha Crioula, evento organizado pela Trajano Silva Remates, se realiza na estrutura do cavalo Crioulo no local, na região metropolitana de Porto Alegre (RS). A expectativa mais uma vez é de superação dos números e da qualidade dos animais.

Os cavalos de pelagens manchadas vem ganhando adeptos na raça Crioula, especialmente entre usuários dos animais que vêem na beleza exótica dos exemplares um chamariz. Mas no cenário das exposições, os tobianos, oveiros e bragados também estão chamando a atenção dos jurados. E no Mancha Crioula a ideia é difundir cava vez mais esta tendência. "Esta é a maior exposição do Brasil em se tratando de pelagens manchadas. Teremos participantes vindos de todo o Sul do país", afirma o gerente comercial da Trajano Silva Remates, Décio Lemos.

A novidade para este ano será o julgamento por pelagem. Até então, os grandes campeões eram escolhidos de todos os exemplares inscritos. A partir de 2017, serão decididos os vencedores, tanto machos quanto fêmeas, nas categorias tobianos, oveiros e bragados. "Esta será a inovação para este ano, atendendo a pedidos de diversos criadores", explica Lemos.

A exposição será realizada no dia 17 de fevereiro durante todo o dia. O jurado será o criador Alexandre Araújo, da Cabanha Marconi. Serão distribuídos mais R$ 30 mil em prêmios aos vencedores. Informações sobre a programação podem ser conferidas no site da Trajano Silva (www.trajanosilva.com.br).

Data de Publicação: 06/02/2017 às 15:00hs
Fonte: Assessoria de Comunicação da Trajano Silva Remates

Voltar