Com baixo consumo, preço da carne bovina cai 7% em Campo Grande

Migração de compra para outros cortes puxa queda nos valores Nos açougues os cortes de carne bovina estão com custos menores desde o início do ano

Queda na arroba do boi além do consumo ainda desaquecido e migração das famílias para outras opções de proteína mais baratas, como o frango e cortes suínos, mantêm os preços da carne bovina em tendência de baixa no varejo de Campo Grande. Diante desse cenário, de acordo com açougueiros e supermercadistas ouvidos pelo Correio do Estado, há cortes sendo vendidos ao consumidor por valores até 7% mais baratos quando comparado ao início do ano.

Para quem se animou com a breve baixa de preços e pretende incluir mais vezes à mesa um bom bife, a tradicional carne de panela ou fazer aquele churrasco de fim de semana, convém ter cautela, acompanhar os folhetos promocionais e estar atento aos preços antes de comprar. Pesquisa realizada em cinco açougues e supermercados constatou que a variação de preços para a carne bovina chega a até 52,5% na Capital.

Dentre os 12 cortes pesquisados para o levantamento, a maior variação foi observada para o filé mignon — o menor preço encontrado foi de R$ 25,90 o quilo e o maior, R$ 39,50 —, seguido da picanha (41,1%), com o menor e maior preço respectivamente de R$ 27,99 e R$ 39,50.

Data de Publicação: 21/02/2017 às 11:20hs
Fonte: Correio do Estado

Voltar