Diferença de preços do boi entre SP e MT atinge menor valor desde julho de 2015

O diferencial de base SP-MT, indicador que demonstra a diferença de preço da arroba entre estes dois estados, registrou aumento pela quinta vez consecutiva, alcançando a marca de -10,85%, sendo este o menor valor desde jul/15

Ainda neste âmbito, em relação a maio/16, o aumento no indicador é de 3,80 p.p. Enquanto em Mato Grosso a arroba do boi gordo conseguiu se recuperar levemente no comparativo mensal, encerrando o mês de mai/17 a R$ 121,45 (já descontado o Funrural), em São Paulo, desde nov/16, não há evolução nos preços, fechando o mês de mai/17 com média de R$ 136,23.

Vale lembrar que o motivo propulsor para a redução no diferencial de base SP-MT, neste ano, vem sendo a maior desvalorização no preço da arroba em São Paulo., Questões relativas à oferta e demanda interna nestes estados, questões tributárias e estratégias dos agentes de mercado são algumas das justificativas para esta maior queda em SP.

Do outro lado do mundo

Na última semana, uma notícia internacional chamou atenção dos agentes de mercado pecuário do mundo, o governo da Índia decidiu proibir a comercialização de gado para abate em todo o país.

Ainda que seja o governo federal que tenha decretado tais regras, existe resistência em alguns estados indianos, que consideram a carne bovina/bubalina uma iguaria, em aceitar essas novas regulamentações.

A Índia se qualifica atualmente como o quarto maior produtor e maior exportador de proteína bovina/bubalina do mundo, ainda que a maioria de sua produção advenha de búfalos, uma interrupção total em sua linha de produção afetaria não só a oferta mundial de carne bovina em todo o mundo, como também a indústria dos subprodutos, como o couro.

Dito isto, mesmo com todos os problemas na pecuária brasileira, o pecuarista deve ficar de olho na Índia, pois novidades de lá podem afetar o mercado mundial de carne.

Leia o boletim na íntegra no site do Imea.
Data de Publicação: 07/06/2017 às 19:00hs
Fonte: Imea

Voltar