Reposição: demanda enfraquecida e mercado travado

Seguindo a conjuntura das últimas semanas, o mercado de reposição está estagnado na maior parte do país

Sem saber ao certo qual o rumo que as cotações do boi gordo vão tomar no curto prazo, compradores se afastam dos negócios para a reposição.

Outro fator que também limita a demanda são as condições de pastagens, que sofrem com o período seco do ano.

Diante disso, o balanço semanal de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados pesquisadas pela Scot Consultoria, registrou a segunda semana consecutiva de estabilidade nos preços.

Após as altas registradas em agosto e setembro, as cotações no mercado de reposição começam a perder o fôlego.

Em São Paulo, por exemplo, o bezerro desmamado (6@) anelorado, teve valorização de 13,8% entre agosto e setembro, porém a partir do início de outubro esta alta foi freada e os preços estão estáveis desde então.

Para o curto prazo o cenário de calmaria deve perdurar. A expectativa é que maiores movimentações aconteçam a partir do início do período chuvoso, quando as pastagens começam a se recuperar e isso tende a aumentar a procura por animais de reposição.
Data de Publicação: 17/10/2017 às 12:00hs
Fonte: Scot Consultoria

Voltar